Blog drTanajura: sobre 4 ou mais rodas

janeiro 18, 2008

Ainda falando do transporte coletivo

Filed under: Trânsito São Paulo — DR Tanajura @ 12:12 am

Deixei meu carro na Sonnervig da Vila Guilherme e tive que fazer meus negócios por ônibus e Metrô. O preço das passagens é muito alto. Se você tiver a carteirinha Bilhete único e for e voltar pegando ônibus e metrô vai gastar R$ 7,00.

Peguei o Vila Medeiros/Liberdade, que passa em frente da Sonnervig e Sun North (Toyota). Falta ar-condicionado, pois dentro do ônibus passamos um calor danado. Não demorou para passar e todos sentados (12:15hs). Desci no Gasometro. Peguei de novo (13 horas) outro ônibus da linha, indo para a Liberdade. Calor e muita gente em pé. No ônibus caberiam 35 sentados e 38 em pé. O certo seriam 73 pessoas sentadas. É um mínimo de respeito. Tinha uma senhora muito simpática, se relacionava com as pessoas.

Na Liberdade peguei o Metrô. Estranho: poucos lugares para se sentar e muito espaço para ir em pé. Tem alguma coisa errada no Projeto. Todos tem que ir sentados. Realmente tem muita gente para transportar, quem vai em pé tem pagar mais barato. E o ar condicionado é muito fraco para o número de pessoas que transporta.

Interessante que sempre fui favorável ao homem dar o lugar para a dama (ainda gosto de fazer isso) e o jovem para o mais idoso. E o tempo passa. Já por duas vezes, recentemente, andando no Metrô, jovens me ofereceram o lugar, e eu aceitei com muito gosto.

Diferença do ônibus para o Metrô? No ônibus ainda dá para conversar com o cobrador. E alguns cobradores são muito simpáticos, e ficam amigos de todo mundo. E ajudam dando informações, lembrando o passagerio do lugar onde quer descer.

Faço estas observações para dizer que é muito difícil trocar o carro pelo transporte coletivo, muita coisa tem que melhorar.

Relembro as palavras do ex-Governador Franco Montoro, professor de Direito da PUC:

“Abro meu livro de introdução ao Direito com um dos mandamentos do advogado, de Eduardo Cuturi. Ele afirma que teu dever é lutar pelo direito, mas no dia que encontrares o direito em conflito com a justiça, lute pela justiça. Isso é o que procuro transmitir, a luta pela justiça justifica toda minha vida pública. Não basta que o país seja mais rico, mas que a população viva melhor.”

Teria sido um grande Presidente.

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: